Quote

design thinking aplicado estudo de caso APGEI

 let-the-fun-begin-01

Este projeto de Design Thinking foi realizado pela equipa da Pós-Graduação em Design Thinking da ESAD Matosinhos, com coordenação de Katja Tschimmel. A APGEI é Associação Portuguesa de Gestão e Engenharia Industrial, uma associação sem fins lucrativos fundada em 1985 por um grupo de empresas e universidades.

Advertisements

pequeno-almoço APGEI

Texto/Storytelling que marcou o início da apresentação do projeto final à Comissão Executiva da APGEI.

Conversa entre dois colegas em horário de almoço: Já viste o novo site da APGEI? Já!! está fantástico, gostei imenso da nova imagem, mais atual e refrescada. Reparaste que agora têm uma séries e novas atividades? Ai sim? Só reparei nas novas modalidades de formação. Agora têm formação à distância e vi um fim-de-semana de formação no Bussaco… formação off site?!?!?! Pois, mas, além disso, têm muitas mais coisas. Acho que querem promover a cooperação entre empresas de setores não concorrentes. Chamam-lhe Cross Industry. Acho que para já se fará apenas a nível nacional, mas pretendem que se faça a nível internacional no prazo de dois anos! Mas como vão fazer isso? Querem fazer uma federação internacional de Gestão e Engenharia Industrial. E será a própria federação a promover essa cooperação. Ah… por isso o site da APGEI agora tem a opção de visualização em várias línguas e inclusivamente mandarim! Pois, querem alargar a sua influência e prestígio além fronteiras. O que? Achas que vão trazer o Bill Gates no próximo jantar? Não faço ideia, mas a APGEI tem sempre a capacidade de nos surpreender! Pois, o António no outro dia disse-me que foi a um pequeno-almoço de Speed Meeting promovido pela APGEI e gostou imenso, fez imensos contatos profissionais. Acho que até lhe propuseram fazer uma apresentação sobre o projeto que ele está a implementar lá na empresa…no APGEI Talks?!? Pois… a Joana também me disse que ia fazer uma apresentação dessas!  O que é o APGEI Talks Pelo que percebi, é tipo um seminário em que os sócios da APGEI são convidados a partilhar experiências relevantes com os restantes sócios… Ah….agora já me recordo, vi um post sobre isso no facebook da APGEI!  Vi também umas fotografias com uns tipos trajados… acho que era um jantar com os alunos de Gestão da FEUP. Não percebi muito bem… Pois é uma atividade da Academia APGEI! Pretendem promover a ligação dos mais novos com a associação… Já agora, tu foste convidado(a) para a Gala Anual? Eu não, mas a Marta foi….

Ferramentas: Storytelling.

Quote

fase da extensão

EVOLUTION 6

Uma vez que um novo conceito é apresentado e aceite pelo cliente, passa-se à fase de implementação.  Vários suportes de comunicação, tais como folhetos, sites, etc., podem ajudar a tornar o valor da execução compreensível. Um Feedback Map, um Questionário ou um Road Map podem ajudar a tornar perceptível às partes interessadas as medidas necessárias para a implementação de uma solução.

Quote

fase de experimentação

Nesta fase, ideias e conceitos incomuns são gerados. Através de Brainwriting e Brainsketching, desenhos experimentais e rápidos materiais de simulação, as ideias tornam-se tangíveis e podem ser melhoradas. Os membros da equipa trabalham sobre as ideias uns dos outros e colectivamente seleccionam a mais promissora.

aprofundar a empatia

 Resultados:

  •  vantagens de ser associado: networking/formação
  • interação c/ APGEI: 30% nunca
  • acesso à informação: 100% mailing
  • avaliação serviços: 90% útil + atual
  • produtos e serviços: formação, conferências, eventos networking
  • novos produtos e serviços: formação offsite, bolsa de emprego, publicações, speednetworking
  • temas de interesse: gestão, estratégia, liderança, comunicação, criatividade, imagem, vendas
  • factor de escolha: credibilidade
  • frequência: 1 vez p/ ano (formação + evento/jantar); 80% regime pós-laboral; 67% concentrada e fora da empresa
  • sugestões: linkedin; humanização

Ferramenta: Questionário.

Quote

fase de empatia

Nesta fase do processo, as ferramentas aplicadas permitem entrar no espaço do cliente e entender o contexto de forma mais ampla. Para descobrir o que as pessoas realmente precisam ou desejam são utilizadas as técnicas de observação e entrevista. Ferramentas como Persona ou Mapa de Empatia ajudam a encontrar novos significados para o desafio inicial.

o plano

..

Problema principal: estagnação de conteúdos e associados

Intenções: proposta para novos produtos/serviços

Oportunidade: conquista de novos associados

Novo valor: produto/serviço diferenciado, original e personalizável

Público: empresas + universidades (estudantes)

Riscos: equipa pequena + organização tradicional

 

Ferramenta: Intent Statement.

macrotendências

Políticos
  • Globalização: mercados, negócios, serviços e marcas tornar-se-ão cada vez mais globais, produzindo uma gama de oportunidades e desafios de gestão;
  • Nova governação mundial: um mundo multipolar;
  • Reforço da cooperação com os atores económicos emergentes novos e influentes (ex: BRIC – Brasil, Rússia, Índia, China);
  • Legislação e regulamentação: medidas legislativas e regulamentares mais amplas e ambiciosas, com penalidades para o não cumprimento, a serem mais graves.
Económicos
  • Capacitar a economia baseada no conhecimento e as necessidades de inovação;
  • PME’s como elemento-chave da economia europeia, beneficiando do uso de normas favoráveis;
  • Crescimento dos setores de serviços e da integração do mercado de serviços europeus;
  • Consolidação da indústria leva a redução da base de clientes e fornecedores, criando menos etapas nas cadeias de abastecimento, com impacto nas alianças e parcerias atuais;
  • Novos mercados: surgimento de novas nações comerciais e de novos clientes, fornecedores e concorrentes.
Ambientais 
  • A mudança climática é o maior desafio que o mundo enfrenta: necessidade de normas para combater as alterações climáticas e desafios relacionados, incluindo redução das emissões de gases de efeito estufa, sistemas de negociação de crédito e, mais em geral, fornecimento de métricas (normas de medição) para a criação, reivindicando e verificação de resultados.
Sociais
  • Consumidores estão cada vez mais ansiosos por informações sobre os produtos, mas ao mesmo tempo com sobrecarga de informações com o aumento da publicidade e vinte e quatro horas de media;
  • Unidade de responsabilidade social e ética nos negócios e no comércio;
  • Qualidade e luxo: fatores cada vez mais importantes; consumidores priorizam o valor sobre o custo e tentam comprar com determinado estilo de vida.
Tecnológicos 
  • Consumidor impulsionado: tecnologia desempenha papel importante no apoio a estilos de vida e consumidores exigem produtos que tornem a vida mais conveniente e agradável;
  • A convergência das tecnologias (ex: eletrotecnologia e TIC em todos os lugares).
Quote

fase de emergência

O processo E.6 começa com a observação e a pesquisa. Isto significa estar aberto a novos estímulos e perceções que conduzem à identificação de um novo desafio. Olhando para as mudanças que acontecem na cultura, na economia, tecnologia e política ou estudando as novas tendências podem surgir caminhos que permitem identificar oportunidades de inovação.